A família de processadores Xeon deixará de ser exclusividade de servidores e estações de trabalho fixas. No último final de semana, a Intel revelou planos de disponibilizar, pela primeira vez, chips Xeon específicos para laptops.

Os primeiros dos novos processadores farão parte da linha E3-1500M v5. Esses chips serão baseados na recém-anunciada arquitetura Skylake e terão, portanto, processo de fabricação de 14 nanômetros.

Ainda não sabemos quantos núcleos os novos processadores Xeon terão ou quais as suas frequências, por exemplo, mas a Intel fez questão de destacar o suporte ao Thunderbolt 3 — um dos aspectos que caracterizam os chips Skylake.

Recursos importantes para ambientes corporativos também foram confirmados. Entre eles estão certificações para aplicações de CAD, suporte a memórias com correção automática de erros (ECC) e a tecnologia vPro, que oferece uma série de funções, como segurança assistida por hardware, monitoramento remoto e ferramenta de virtualização.

Essas características deixam claro que as unidades E3-1500M v5 não serão voltadas a qualquer tipo de laptop. Nada te impedirá de usar um equipamento com o novo chip para games, por exemplo, mas o objetivo da Intel é atender ao segmento de estações de trabalho móveis.

Há uma boa razão para isso. Não é novidade que o mercado de PCs vem encolhendo nos últimos anos, mas um levantamento recente do IDC mostra que o segmento de estações de trabalho móveis segue na contramão: o segundo semestre de 2015 foi o sexto seguido com crescimento nas vendas desse tipo de laptop.

Não é um movimento difícil de entender. A demanda por projetos em CAD, criação de vídeos em 4K e processamento de grandes volumes de dados, por exemplo, cresce ao mesmo tempo que os profissionais que lidam com essas atividades precisam de mais flexibilidade para trabalhar a partir de diferentes locais.

Detalhes adicionais sobre os chips Xeon Skylake são esperados para a próxima edição do Intel Developer Forum, evento marcado para o dia 18.

Fonte: tecnoblog